Galeria de projetos

Vencedor 2021
Panamá
Share
#Meioambiente

YASU: sistema robótico para resposta rápida a emergências

Relato enviado pelo(a) Professor(a)

Ileana Cristina Caballero Carrillo

Escola

Instituto David David, Chiriquí, Panamá

Composição da equipe do projeto

Cristofer Levy, Daniel De Roux, Duncan Cazorla, Melanie Fernández

Idade dos estudantes

15 a 17 anos

Outras áreas de conhecimento

Idiomas (português, inglês, espanhol, línguas nativas, etc.), Geografia, Artes (artes visuais, cinema, música, etc.)

Duração do projeto

Um semestre

Habilidades socioemocionais

Colaboração, Comunicação, Criatividade, Pensamento crítico

Áreas STEM

Ciências, Engenharia, Matemática, Tecnologia
Ir para...

Empatia: aprendendo com os valores e necessidades das pessoas

Objetivo do projeto, problema a ser resolvido e principais ações

O principal objetivo do projeto foi criar um sistema robótico baseado em inteligência artificial, que gera um dashboard como gerenciamento de informações visuais, para apoiar a tomada de decisões com ações preventivas no gerenciamento de eventos decorrentes de enchentes ou deslizamentos de terra em áreas propensas. além de facilitar o trabalho durante e após o evento, por meio do uso de robôs especializados em busca e mapeamento de áreas.

A principal pergunta que queríamos responder era: Como resolver as necessidades das comunidades que, por estarem próximas a rios e morros erodidos, correm risco de inundações e deslizamentos de terra?

Identificamos o problema entrevistando organizações relacionadas a situações como resgate de vítimas, gestão de prevenção de riscos, apoio às comunidades afetadas, entre outras. Sugeriu-se assistir a vídeos de jornalistas que cobriam diferentes tipos de desastres naturais ocorridos na província de Chiriquí ou no país.

Devido ao fato de existirem várias entidades vinculadas à nossa proposta, procurou-se determinar a qual organização o projeto seria direcionado, e para isso foi entrevistado o diretor do sistema de Proteção Civil de Chiriquí, para que explicasse ao jovens quais são os processos envolvidos no momento, de um desastre natural. As autoridades do Corpo de Bombeiros da cidade de David também foram entrevistadas e também foi investigado como funcionava o sistema de Emergência Médica no país.

Como resultado da entrevista com o diretor regional do SINAPROC, recebemos um treinamento de conscientização e um passeio de campo que nos permitiu não só conhecer a realidade das comunidades identificadas como em risco, mas também conhecer a gestão do Sistema Nacional de Proteção Civil e como são realizadas a prevenção e mitigação de riscos de desastres naturais. Identificados os processos envolvidos na gestão de desastres relacionados ao desafio proposto, uma nova proposta foi então reformulada e ajustada, com base na realidade e necessidades tanto da organização quanto das comunidades que seriam beneficiadas.

Eles foram orientados na apresentação de ideias e no concurso. Se a ideia foi aceita, eles trabalharam de forma colaborativa (minha iniciativa foi motivá-los a participar e orientá-los nas aulas e no clube de robótica; eles aceitaram o desafio).

Definição: entendendo melhor os desafios

Aprofundamento na questão e envolvimento da comunidade escolar e local

Para uma melhor compreensão do problema, os alunos tiveram que fazer o seguinte:

  • Revisão bibliográfica da gestão de desastres naturais pelos países irmãos da América Central e Espanha com base em documentos publicados por órgãos governamentais.
  • Análise das soluções existentes nesses diversos países e especialmente no nosso, para estabelecer uma proposta viável e ajustada à realidade da região; neste caso, a província de Chiriquí.
  • Os alunos fizeram uma visita técnica organizada pelo SINAPROC e o responsável pela prevenção de riscos desta organização os levou às áreas identificadas de risco devido a inundações, deslizamentos e áreas sísmicas. Na área da Comunidade do Bambito, os jovens puderam ouvir ao vivo das pessoas da comunidade suas experiências quando houve uma enchente e ficaram desabrigados. Todas essas ações serviram de guia para aprimorar sua proposta e adequá-la à realidade de nossas comunidades e principalmente da instituição que seria a empresa anfitriã do projeto.

A direção da escola nos apoiou na divulgação da proposta de votação virtual, esforços para realização de saídas de campo e entrevistas no rádio e na televisão.

Os familiares apoiaram os jovens na transferência durante o desenvolvimento do projeto, além de motivá-los e acreditar no que estavam fazendo. Colegas de classe criaram um comitê de apoio para votação virtual.

A Universidade Tecnológica de Oteima apoiou com a formação em análise de dados Arcgis 123 para a criação de um Dashboard. O SINAPROC treinou meus alunos em prevenção e gestão de riscos, eles observaram locais identificados como inundações, deslizamentos e áreas sísmicas em uma excursão.

Ideação: desenvolvendo soluções criativas

O desenvolvimento da solução

  1. Revisamos as variáveis ​​a serem medidas
  2. Foi analisado se os objetivos estavam de acordo com os resultados esperados
  3. O possível cliente e as comunidades com o problema foram visitados para adequar o projeto às reais necessidades ou exigências.
  4. Os jovens entrevistaram bombeiros, pessoal de emergência para aprender sobre o trabalho de resgate. Neste ponto, eles revisaram a metodologia de design thinking.
  5. Ao tomar conhecimento de informações relevantes, a proposta foi reformulada e foram feitos ajustes no protótipo a ser apresentado. E eles perceberam que a proposta não caiu.
  6. Fica determinado que este projeto foi um empreendimento social tecnológico, escolhendo o SINAPROC, entidade governamental responsável pela prevenção e mitigação de riscos.
  7. Em seguida, são analisados ​​os potenciais investidores ou patrocinadores e o retorno do investimento.
  8. Posteriormente, é estabelecido o canal para lançamento do protótipo.
  9. Eles são treinados nos softwares necessários para projeto 3D, criação e simulação de circuitos, programação em C, ARCGIS 123 para análise de dados, software de edição de vídeo, entre outros.
  10. Pesquisaram materiais e elementos para criar o robô e obter um orçamento viável sem comprometer a qualidade do produto final.

Protótipo: tornando as ideias tangíveis

A construção do protótipo

O protótipo foi apresentado ao SINAPROC por vídeo e veiculado em rádio e TV nacionais.

Teste: colocando as ideias no mundo

Avaliação do processo e da solução desenvolvida

Foi feito uma chuva de ideais, foi discutida a qualidade do produto e foi apresentado ao especialista em prevenção de riscos para avaliar e nos dar suas impressões.

Reflexões e práticas pedagógicas

O valor da participação no Samsung Solve for Tomorrow

Aprendemos o uso de novas metodologias para desenvolver propostas de projetos. Aconselhar meus alunos e trabalhar de forma colaborativa e planejada abriu um panorama de oportunidades para eles e é gratificante ver como eles integram seus conhecimentos, tornam-se criativos, pesquisadores e, o mais bonito, desenvolvem uma solução para seu ambiente.

Conquistas e avanços percebidos pelo(a) professor(a), ao longo do processo

Observando meus alunos aceitarem o desafio e com paixão, ver como eles crescem e desenvolvem uma ideia até alcançarem o sucesso.

Desafios enfrentados

Convencê-los e motivá-los a acreditar em si mesmos e em sua proposta. O que eu mudaria seria adicionar o processo de construção do protótipo e validação dos testes, já que naquela época meu país estava em quarentena e o Ministério da Educação em conjunto com o Ministério da Saúde proibiu os alunos de acessar as instalações escolares para evitar o contágio.

Aprendizados incorporados à rotina e prática do(a) professor(a)

A metodologia de gerar ideias com base nas necessidades do ambiente e depois discriminar de acordo com a viabilidade e a possibilidade de trazê-la à realidade.

Dicas do(a) Professor(a)

Dê aos seus alunos espaço para desenvolver suas próprias ideias e acreditar nelas e motivá-las. Somos guias e facilitadores.

Projetos sugeridos

Vencedor 2019
Colômbia
Desmucilador

Um elemento tecnológico que extrai um insumo chamado mucilagem sem destruir a espécie.

Vencedor 2021
Colômbia
Themis: seu acesso ao conhecimento

Um projeto que permite que alunos que não possuem conectividade com a internet possam de acessar conteúdos educacionais e interagir em tempo real por meio de uma rede...

Finalista 2019
Peru
Bengala eletrônica: ajuda tecnológica para cegos

Um protótipo de bengala eletrônica com sensores ultrassônicos para a movimentação fácil e segura de cegos.